quinta-feira, 5 de abril de 2012

PAIXÃO DE CRISTO



O que significa os braços abertos de Cristo na cruz??? Significa o abraço redentor do Pai à humanidade.

Em Jesus, a humanidade foi reconciliada com Deus. A nossa dignidade primordial e existencial de criaturas - feitas à imagem e semelhança de Deus então manchada pela culpa original - agora foi restaurada e "recuperada".

Eis que a entrega total de Jesus, no seu amor essencialmente ÁGAPE, possibilitou-nos a Vida Nova. Sua morte destruiu a própria morte, que já não tem mais poder sobre a vida. Eis que a vida vence a morte.

Contemplar a cruz. Sensibilizar-se diante de tão grande amor, perceber o quanto somos preciosos e importantes aos olhos de Deus. Somos caríssimos, no sentido próprio da palavra, temos o valor do sangue de Jesus.

Mas não deve ser uma contemplação passiva, pelo contrário, a cruz deve tocar e trazer certa motivação à quem a contempla. 

Ela é capaz de nos consolar, suavizando as nossas dores que foram assumidas por Cristo. Unindo nossa dor, solidão e lágrimas as de Jesus, elas perdem sua força imobilizadora.

A cruz também sinaliza um caminho a seguir. O caminho do amor, do perdão, da humildade, da doação. Ter a percepção que ela é vertical e horizontal, o que significa dizer que o amor Divino (vertical) deve ser traduzido no amor humano (horizontal). Jesus deu-nos o exemplo. Exemplo de serviço ao próximo, não só compartilhando o que fazia, mas o que era.

Perceber acima de tudo que há alguém que nos amou por primeiro e que continua nos amando independente do nosso merecimento. Esse amor deveria nos motivar a também a amar. Amar a Deus, os irmãos, a si mesmo.

Um amor sempre atual, na cruz e além da cruz. Um amor que tem o poder de nos ressuscitar à medida em que aderimos de coração a todo esse projeto Divino.

Mas a cruz é para os valentes, para os que amam incondicionalmente e com fidelidade. Toda aquela multidão que seguia Jesus, até mesmo os seus amigos/discípulos, na cruz desapareceram. Permaneceram ali somente João, o discípulo amado, Maria Madalena e Maria, a mãe de Jesus e nossa. Quem sente-se tocado, amado de verdade não esquece! Por isso é capaz de amar com fidelidade e em todos os momentos.

É preciso seguir e amar a Jesus, e não o milagre ou a cura de Jesus. Talvez esse seja o maior milagre e a maior cura do nosso coração, render-se a um amor inesgotável que tem o poder de nos conceder VIDA. 


A cruz. Prova maior do amor Divino por cada um de nós...
 
 

Um comentário:

  1. Claudemir, Santarém-PA5 de abril de 2012 22:34

    belo vídeo recheado com uma bela reflexão. Que o amor, verdadeiro amor, seja amado!

    ResponderExcluir